Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
35ºC
Min
20ºC
Predomínio de

Hoje - Rio Pardo de Mina...

Máx
33ºC
Min
13ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
27ºC
Min
22ºC
Predomínio de

Hoje - Belo Horizonte, M...

Máx
31ºC
Min
21ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Igarapé, MG

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Webmail

Acesso do Escritório

23/07/2021 - 16h06Equipe do PAI-PJ se reúne com Defensoria PúblicaEncontro tratou de atendimento jurídico para pacientes judiciários

Reunião tratou de atendimento jurídico a pacientes judiciários pela DPMG (Foto: Marcelo Sant'Anna/DPMG) A coordenação do Programa de Atenção Integral ao Paciente Judiciário Portador de Sofrimento Mental (PAI-PJ) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, esteve na Defensoria Pública de Minas Gerais para debater a assistência jurídica a pessoas em situação de sofrimento psíquico que cometeram algum crime. A coordenadora-geral do PAI-PJ, desembargadora Márcia Milanez, e o coordenador executivo do programa, juiz Luís Fernando Nigro, estiveram com o defensor público-geral, Gério Patrocínio Soares. Também participaram do encontro Louise Bernardes de Queiroz, assessora do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e Socioeducativo (GMF); o subdefensor público-geral de Minas Gerais, Nikolas Stefany Macedo Katopodis; a chefe de gabinete da DPMG, defensora pública Raquel Gomes de Sousa da Costa Dias; e a assessora Institucional da DPMG, defensora pública Emília Eunilce Alcaraz Castilho. O PAI-PJ integra o Programa Novos Rumos, que atua na área de execução penal, com foco na justiça, na humanização no cumprimento das penas privativas de liberdade e na reinserção social. A iniciativa comporta outros dois segmentos permanentes: a disseminação e consolidação da metodologia da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), inclusive no sistema socioeducativo; e o GMF. PAI-PJ Com 21 anos de existência, o PAI-PJ é um modelo de referência no tratamento humanizado do paciente judiciário, no Brasil e em outros países. Sua proposta, levada adiante por uma equipe multidisciplinar (nas áreas de Medicina, Assistência Social, Psicologia e Direito), é garantir os direitos de inpíduos que cumprem penas (semi-imputáveis) e medidas de segurança (inimputáveis). A equipe acompanha os pacientes atuando em rede com os sistemas públicos de segurança, saúde e assistência social. Por meio de parcerias com outros órgãos, os casos são encaminhados do ponto de vista clínico, relacional (promovendo o contato permanente com família, amigos, relações de trabalho e instituições) e jurídico. O PAI-PJ estrutura-se em um Núcleo Supervisor, situado na Comarca de Belo Horizonte e com atuação nas 297 comarcas mineiras, e em núcleos regionais, que recebem orientação metodológica da unidade central e são por ela monitorados. No momento, 1.066 pessoas são acompanhadas pelo programa. Saiba mais. 
23/07/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.