Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
33ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio Pardo de Mina...

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Hoje - Belo Horizonte, M...

Máx
27ºC
Min
21ºC
Chuva

Hoje - Igarapé, MG

Máx
26ºC
Min
21ºC
Chuva

Webmail

Acesso do Escritório

STF retoma audiência pública sobre ferramentas de monitoramento secreto. Acompanhe ao vivo

O Supremo Tribunal Federal (STF) dá prosseguimento, na manhã desta terça-feira (11), à audiência pública sobre a regulamentação do uso de ferramentas de monitoramento secreto de aparelhos de comunicação pessoal, como celulares e tablets, por órgãos e agentes públicos. O evento ocorre das 9h30 às 12h30 e pode ser acompanhado pela TV Justiça, pela Rádio Justiça e pelo canal do STF no Youtube.A audiência foi convocada pelo ministro Cristiano Zanin, relator da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 1143.Autora da ação, a Procuradoria-Geral da República (PGR) argumenta que, apesar de avanços na legislação para proteger a intimidade, a vida privada e o sigilo das comunicações pessoais, ainda não há regulamentação sobre programas de monitoramento virtual.O objetivo da audiência é coletar informações qualificadas para subsidiar o julgamento da questão pela Corte, que vai analisar se há violação de preceitos fundamentais no uso dessas ferramentas e, em caso positivo, decidir como superar esse cenário.Realizado na Primeira Turma do Tribunal, o evento reúne 33 participantes, abrangendo representantes de instituições públicas e privadas, advogados, acadêmicos e especialistas. A audiência teve início nesta segunda-feira (10), com exposições de manhã e à tarde. Entre os expositores desta terça - último dia - estão representantes de entes do governo federal, como o Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Polícia Federal, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e as Forças Armadas.Acompanhe ao vivo.Leia mais:10/6/2024 - STF debate limites e riscos de ferramentas de monitoramento secreto de dispositivos eletrônicos10/06/2024 - Especialistas e empresas debatem regulamentação e limites para ferramentas de monitoramento secreto
11/06/2024 (00:00)
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.