Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
28ºC
Min
20ºC
Chuvas Isoladas

Hoje - Rio Pardo de Mina...

Máx
28ºC
Min
18ºC
Chuva

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
29ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Belo Horizonte, M...

Máx
28ºC
Min
19ºC
Chuva

Hoje - Igarapé, MG

Máx
28ºC
Min
18ºC
Chuva

Webmail

Acesso do Escritório

Obra lançada no STJ trata dos desafios em processos sobre propriedade industrial

Na noite desta terça-feira (27), foi lançada no Espaço Cultural do Superior Tribunal de Justiça (STJ) a obra Processo Civil e Propriedade Industrial, coordenada por Fredie Didier Jr., professor titular da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (UFBA); Marcelo Mazzola, doutor e mestre em direito processual pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); e Gustavo Osna, doutor e mestre em direito das relações sociais pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).O livro reúne artigos de 19 autores, que tratam de persos temas ligados a patentes, marcas registradas e propriedade intelectual. O volume tem prefácio do ministro do Supremo Tribunal do Federal (STF) Luiz Fux e artigos, em coautoria, da ministra Nancy Andrighi e do ministro Luis Felipe Salomão, do STJ.Segurança jurídicaSalomão destacou que o seu artigo "Nulidade de marcas e patentes: Competência para declaração de forma incidental e principal", em coautoria com Caroline Somesom Tauk, trata de um dos temas mais debatidos no campo da propriedade industrial. "A segurança jurídica da propriedade industrial é o motor para o desenvolvimento econômico", acrescentou. Ele lembrou ainda que a Segunda Seção do STJ é uma importante fonte de jurisprudência desse ramo do direito no Brasil.Um dos coordenadores da obra, o jurista Fredie Didier Jr., esclareceu que o livro tem duas grandes propostas: "Uma é estudar o processo civil com foco em problemas do direito da propriedade industrial e a outra é destacar as decisões mais importantes do STJ e outros tribunais sobre o tema". PacificaçãoMarcelo Mazzola, outro coordenador, ressaltou o papel pacificador da jurisprudência do STJ nesse terreno. "Entre os temas mais comuns de que este tribunal trata estão as violações de patente e marcas, que sempre geram discussões", comentou. O terceiro coordenador do volume, Gustavo Osna, disse que a aplicação adequada das normas do processo civil aprimora a pacificação dos processos de propriedade industrial. "A jurisprudência do STJ é importante para resolver questões que ainda geram dúvidas nos operadores do direito", finalizou.Também participaram do evento a ministra Assusete Magalhães e o ministro Moura Ribeiro.
27/09/2022 (00:00)
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.