Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Segunda-feira - Montes C...

Máx
33ºC
Min
22ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio Pard...

Máx
33ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Segunda-feira - Rio de J...

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Segunda-feira - Belo Hor...

Máx
27ºC
Min
21ºC
Chuva

Segunda-feira - Igarapé...

Máx
26ºC
Min
21ºC
Chuva

Webmail

Acesso do Escritório

Corte IDH discute em Manaus enfrentamento do aquecimento global e efeitos climáticos

De 27 a 29 de maio, a cidade de Manaus recebe uma comitiva da Corte Interamericana de Direitos Humanos. A capital sediará uma Audiência Pública de Opinião Consultiva sobre Emergência Climática e Direitos Humanos. O encontro será no Teatro Amazonas. O objetivo é debater o papel de cada país envolvido diante dos fenômenos climáticos gerados pelo aquecimento global e quais medidas devem ser adotadas para minimizar os danos causados, observando as obrigações previstas na convenção americana. Durante a programação o tema será debatido com a sociedade para que se possa estabelecer um diálogo com os Estados, organismos internacionais e nacionais, a Academia, organizações não governamentais (ONGs) e a sociedade civil. Na última segunda-feira (20/5), durante sessão de abertura do 167.º Período Ordinário de Sessões da Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Luís Roberto Barroso, e a presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, juíza Nancy Hernández, ressaltaram a importância da proteção do meio ambiente e das democracias como forma de garantias dos direitos fundamentais dos cidadãos. “A mudança climática e o aquecimento global estão mudando a vida da Terra, essa discussão é urgente para que possamos unir forças com outros países e tentar solucionar o problema”, ponderou Barroso na ocasião. O Brasil é o país que possui a maior parte da Amazônia, um bioma que congrega uma biopersidade submetida a constantes ameaças que podem impactar e trazer consequências para todo o mundo. Programação Em Manaus, a corte seguirá um cronograma que se pide entre segunda, terça e quarta-feira. As sessões da audiência pública acontecerão das 9h às 13h, com um intervalo para almoço, e serão retomadas à tarde, das 14h30 às 19h. Credenciamento de imprensa Agência CNJ de Notícias Número de visualizações: 33
24/05/2024 (00:00)
© 2024 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.