Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
28ºC
Min
22ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Rio Pardo de Mina...

Máx
28ºC
Min
21ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
28ºC
Min
18ºC
Parcialmente Nublado

Hoje - Belo Horizonte, M...

Máx
27ºC
Min
19ºC
Nublado e Pancadas d

Hoje - Igarapé, MG

Máx
27ºC
Min
17ºC
Nublado e Pancadas d

Webmail

Acesso do Escritório

17/10/2019 - 13h00Liminar manda retirar vídeo de redes sociaisNas imagens, motorista de Uber e passageira discutem sobre viagem

A discussão entre a mulher e o motorista de aplicativo se encerrou na entrada do Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro Decisão liminar, assinada pelo desembargador Pedro Aleixo, determina a retirada de um vídeo compartilhado por um motorista do Uber do Brasil em plataformas das redes sociais do Facebook e Google Brasil. As imagens mostram uma discussão dele com uma mulher, que vive em Belo Horizonte e que estava no Rio de Janeiro se dirigia ao aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro. A discussão girava em torno do atraso no percurso da viagem. O trajeto entre o local em que a mulher entrou no veículo e o aeroporto demoraria cerca de 15 minutos. Mas, no momento do conflito superava 40. Antes de chegar ao aeroporto, na ponte de acesso ao local, a mulher solicitou ao motorista que conduzisse o veículo com mais velocidade. Em resposta, foi solicitado a ela que descesse do carro e percorresse o restante do caminho a nado. A partir desse momento, houve um bate-boca, que culminou com a negativa do motorista, ao chegar ao aeroporto, de não abrir a porta malas do veículo para a retirada das bagagens. O motorista filmou todo o conflito e postou nas redes sociais. Liminar A mulher acionou a Justiça para retirar o vídeo da internet e solicitar danos morais devido ao que entende ter sido vítima de ofensa à sua imagem. A ação foi distribuída para dar andamento na 29ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte. Liminarmente o pedido de retirada das imagens nas redes sociais foi indeferido. Em grau de recurso, o desembargador Pedro Aleixo entendeu que, enquanto não há decisão definitiva, a circulação do conteúdo pode acarretar sérios prejuízos à mulher, com danos de difícil reparação.  
17/10/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.