Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Montes Claros, MG

Máx
30ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Hoje - Rio Pardo de Mina...

Máx
28ºC
Min
16ºC
Predomínio de

Hoje - Rio de Janeiro, R...

Máx
34ºC
Min
17ºC
Predomínio de

Hoje - Belo Horizonte, M...

Máx
28ºC
Min
15ºC
Predomínio de

Hoje - Igarapé, MG

Máx
30ºC
Min
11ºC
Predomínio de

Webmail

Acesso do Escritório

13/01/2020 - 11h32Passageiro será indenizado por queda em ônibusUsuário sofreu fratura nasal e luxações pelo corpo e disse não ter tido assistência

Passageiro caiu no ônibus, após freada brusca A Transimão Transportes Ltda. deverá indenizar em R$ 5 mil um passageiro que sofreu várias lesões, após queda de um ônibus em Belo Horizonte. O usuário teve fratura nasal, além de outras luxações pelo corpo. O passageiro afirmou não ter contado com nenhuma assistência da empresa de ônibus e disse que teve que se afastar alguns dias do trabalho. Tanto em primeira quanto em segunda instâncias, os magistrados entenderam que o acidente comprometeu a boa condição física do passageiro, além de causar-lhe prejuízos de ordem patrimonial. “A simples lesão, em decorrência do acidente, é suficiente à caracterização do dano moral, sendo que a extensão da contusão mostra-se relevante para fins de quantificar o valor da indenização”, assinalou a juíza Moema Miranda Gonçalves, que assinou a sentença. Recurso  A Transimão recorreu junto ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para reduzir o valor da indenização. A relatora do recurso, desembargadora Cláudia Maia, explicou, em seu voto, que o cálculo da verba indenizatória deve observar três parâmetros. O caráter punitivo, a natureza compensatória – que possibilite à vitima se recompor do mal sofrido – e a capacidade financeira do responsável pelo ilícito. No caso sob julgamento, a magistrada considerou que o valor fixado se mostra razoável, já que a lesão sofrida foi de natureza leve, da qual não decorreram maiores implicações. "A responsabilização do agente causador do dano moral ficou comprovada nos documentos anexados ao processo", finalizou. Veja o andamento processual e o acórdão.   
13/01/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.