Acesso do Cliente

Insira seu usuário e senha para acesso ao controle de processos

Notícias

Cotação da Bolsa

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
França 0,43% . . . .
NASDAQ 0,02% . . . .
S&P 500 0,31% . . . .

Webmail

Acesso do Escritório

02/12/2020 - 17h20Live aborda proatividade em tempos de pandemiaParceria da Ejef com a Corregedoria promove a ação educacional

  O corregedor-geral de Justiça, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo lembrou os 300 anos de Minas Gerais na abertura da aula virtual Ao abrir a aula virtual sobre Gestão de Pessoas e Proatividade em Tempos de Pandemia, na manhã desta quarta-feira (2/12), o corregedor-geral de Justiça, desembargador Agostinho Gomes de Azevedo, fez questão de lembrar os 300 anos de Minas Gerais, comemorados nesta data, e recordou pessoas importantes da história do Estado como os Tiradentes e os demais inconfidentes, e o ex-presidente Juscelino Kubitschek. O magistrado falou também sobre a importância da parceria da Corregedoria com a Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef ), que irá promover ações educacionais durante  todo o biênio 2020/2022, com palestras sobre gestão de pessoas e administração das unidades judiciárias. “Iremos favorecer a capacitação adequada a magistrados e servidores, visando sempre a nossa missão institucional, que é distribuir a Justiça”, enfatizou. Também o 2o vice-presidente do TJMG e superintendente da Ejef, desembargador Tiago Pinto ressaltou a importância do trabalho conjunto com a Corregedoria para a gestão não só de processos lógicos, mas também de processos criativos, sobretudo na esfera do relacionamento interpessoal.  Para o magistrado, a pandemia teve o seu lado positivo, possibilitando o pensar e o produzir.  “Nós estamos promovendo algo especial, interessante e produtivo”, disse o magistrado. O 2o vice-presidente do TJMG, desembargador Tiago Pinto, ressaltou a importância do trabalho conjunto da Ejef com a Corregedoria na promoção de atividades educacionais A palestra virtual foi proferida pela juíza federal do Rio Grande do Sul Ana Cristina Monteiro de Andrade Silva e teve como debatedores os juízes auxiliares da Corregedoria-Geral de Justiça do TJMG Adriano Zocche e Carlos Márcio de Souza Macedo. Proatividade De acordo com a magistrada, a palavra proatividade está intimamente ligada ao termo responsabilidade, que seria a habilidade de o ser humano dar a sua resposta diante dos desafios da vida.  Para ela, há dois grandes grupos pessoas, as reativas e as proativas. As pessoas reativas são, segundo Ana Cristina, as que agem de acordo com a maneira com que são tratadas e se deixam influenciar facilmente pelo ambiente externo. Já as pessoas proativas são aquelas que dominam com segurança todas as situações. Essas características podem ser observadas tanto na vida pessoal quanto na profissional.  A juíza federal Ana Cristina Monteiro enumerou as características de um líder proativo Para a juíza, um bom líder é aquele que tem atitudes proativas. Ele deve saber identificar as áreas que precisam de mudança e priorizar tarefas. É necessário também construir habilidades pessoais como a empatia e a compaixão e saber lidar com as emoções. Por fim, a magistrada listou uma série de conselhos para que o gestor possa agir de forma proativa, conseguindo mais produtividade e humanização no ambiente de trabalho. “Lidere a si mesmo, lidere pelo exemplo, aja de forma rápida e decisiva, reconheça quando estiver errado, conecte-se com a sociedade, ajude e aceite ser ajudado, demonstre calma e otimismo, decida no meio da incerteza e com os dados que possui, demonstre empatia e comunique-se de forma efetiva”, enumerou.  
02/12/2020 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.